sexta-feira, 31 de julho de 2009

Parabéns :)


O magnificent da Vida encontra-se na alegria dos pequenos momentos e na simplicidade e autenticidade de cada segundo do nosso viver...

Ontem, ao celebrar o maravilhoso Dom da Vida, o meu amigo viu o seu coração reconfortado e longe da solidão, ainda que às vezes esse pensamento possa surgir (quem de nós nunca o teve?)...

Ontem, viu uma família reunida, amigos (a sua Vida em geral) em comunhão unicamente por ele existir, por ele viver...

E ontem, no final da celebração, uma lagriminha quase saiu de emoção e alegria...

Porque existem laços que unem vidas... e ainda que longe, nunca estamos sós...

terça-feira, 28 de julho de 2009

Flor de Lis

Uma frescura e alegria, acho que é como se pode classificar esta música...
Tradicionalmente portuguesa, desde a voz aos instrumentos e à forma como são originalmente interpretados...
Acho-a lindíssima, portanto, cá vai... :)

http://www.youtube.com/watch?v=vGw4zRwphSo

E eis, mais um orgulho de ser Portuguesa!! :)

Momento na memória


Há muito tempo atrás, talvez no Verão passado, algo marcante aconteceu...
E hoje, enquanto navegava no you tube, encontrei uma música que acompanhou esse momento...
Naquele dia, naquele momento, o meu coração chorou e enterneceu-se...
Mas vale a pena contar a história do princípio...

Estava a trabalhar... Ligaram-me do serviço de urgência a informar que uma pessoa iria subir para ficar internada no meu serviço... Nesse dia estava a fazer o turno da tarde e iria seguir o turno da noite...
A pessoa chegou e a primeira pergunta que fez foi se podia ouvir as músicas de Louvor. Respondi-lhe imediatamente que sim... tal como lhe perguntei se desejava ser acompanhada espiritualmente pelo capelão do Hospital, ou se queria que o capelão contactasse algum Pastor da sua Igreja... Esta atenção teve um efeito terapêutico imediato...
E ao longo do internamento a fé e a crença desta pessoa foram um testemunho intenso de confiança em Deus...
A pessoa sofria de insónias: podiamos dar terapêutica para dormir, que nada surtia efeito... mas era colocar a sua música de Louvor e em cinco minutos adormecia calmamente...
A pessoa sofria de Hipertensão Arterial (tensão alta)... era colocar a sua música e em pouco tempo comseguiamos baixar a tensão, proeza dificilmente conseguida com a medicação...
Porque há muitas formas de estarmos doentes... não só físicas, mas emocionais, psicológicas e espirituais...
Um dia, de manhã, estava a preparar as coisas para a higienizar... Estava a poucas horas do seu final deVida... Perguntei-lhe se queria começar o dia com a música de Louvor. Respondeu-me que sim.. Perguntei-lhe se podia escolher a música... Ela já sabia qual era a minha preferida... Sorriu-me e disse que sim...
E coloquei a música que se encontra descrita a seguir...
Ao ouvir a música, a pessoa olhou para mim com o olhar de ternura profunda, de agradecimento... Olhou para mim, como se visse Jesus em mim... Como seu fosse um Instrumento nas mãos do Criador... Como se as minhas mãos fossem as Suas mãos... Como se o meu olhar fosse o Seu olhar... Como se o meu cuidar fosse ELe a cuidar...

E foi nesse momento, quando quase lhe caíu uma lágrima - não de tristeza, mas de esperança em Deus, na Vida que virá após todo aquele sofrimento- que o meu coração chorou... E não foi um choro triste... Foi um choro humano, interior... de compaixão...

E hoje esse momento bateu à porta da minha memória...

E são momentos como este que me fazem sorrir e esquecer absurdos da vida mundana...

(VALE A PENA OUVIR... cliquem na morada)

Cuida de mim, Senhor
Sou tão fraco e tão pequeno
Ensina-me a ouvir e fazer a Tua vontade
Cuida de mim, Senhor
Eu preciso do Teu toque
Não te escondas de mim

Senhor
A minha alma anseia pela Tua presença
Leva-me às águas tranqüilas
Conduz-me aos pastos verdejantes
Contigo estarei por toda eternidade
Cuida de mim

(Refrão)
Cuida de mim, Senhor, cuida
Cuida de mim, Senhor, cuida
Cuida de mim, Jesus
Ouve o meu grito chamando por Ti

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Absurdos...

Como fugir do que teima em bater à porta, espreitar pela janela, entrar aos gritos pelo único meio que tem para se fazer ouvir, insinuando e investindo em atitudes que fazem magoar ainda mais...?!
Basta, disse eu...
Basta... Que conversa ridícula, que acusações absurdas, que pedidos tão fora da realidade e sem qualquer propósito... Aliás,tudo é parvoíce e sem nexo... Ainda mais o tipo de abordagem...
Se existe alguém que tem a razão do seu lado, certamente não é quem abandona do nada, quando já fortalecido, a pessoa que permaneceu ao lado nos momentos difíceis e lutou e levou ao colo como a uma criança que precisa de protecção... certamente não se deveria sentir ofendido quem usa e deita fora um ser humano e o troca por coisas fúteis, passageiras e bem longínquas das promessas e da realidade...
Certamente, quem falhou, abandonou, humilhou e iludiu não deveria ficar costrangido perante a sinceridade das palavras do que sofreu... Mas a verdade bateu forte, feio e doeu...
Mas já chegou o sofrimento atroz da pessoa que tudo deu e tudo perdeu...
Não se admite que o outro grite perante as pequenas brechas que ainda permitem uma ligação uma qualquer chamada de atenção, sem fundamento, fazendo exigências de proibição do opinar...
Era só o que faltava... era mesmo...

Ilha Deserta


Chegar a um local por desbravar, onde na areia existem aquilo a que chamo cactus da praia e umas belas flores brancas, típicas do local... Um sítio onde existem conchas e pedrinhas sem fim... Onde a areia não tem pegadas humanas... Um sítio que ainda tem marcado no areal a caída de umas gotinhas suaves de chuva de Verão, que caíram há semana e meia...

Chegar a um local onde a presença humana é diminuta e tudo é tão casto...

Chegar a um local onde o sol brilha sem fim, as ondas batem na areia genuína, onde o areal é real e não reposto de forma artificial... Estar num local onde a iluminação da noite é assegurada pelo luar e onde a lua e as estrelas brilham abraçando o nosso olhar, prendendo-o ao mar, à areia... ou à Ria Formosa e levando-nos a contemplar a outra margem, cheia de luzeiros e homens...

Estar lá, nessa ilha, é permitir um encontro com o EU que muitas vezes se perde ou se ouve pouco...

Pois lá, é um lugar onde a música que se ouve é somente a Natureza que nos inspira a ouvir o nosso canto interior e a desenvolvê-lo... Lá respira-se calma e paz...

Lá, além de diversão, partilha de belos momentos com quem lá está e com quem se alimentam e estreitam laços, existe o tempo para a reflexão...

Há cerca de 9 anos que não ia aquele lugar...
E, definitivamente, gostei muito de lá voltar...
Foi demasiado bom... :)

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Chuva musical

É agradavelmente arrepiante escutar a seguinte apresentação...
Eis algo surpreendente e fantástico... a demonstração de que uma e outra estão ligadas: Natureza e música!

video

quarta-feira, 22 de julho de 2009

em reestruturação!!

Tal como eu vou mudando, há já algum tempo que sinto vontade de mudar as cores do meu blog!!... torná-lo mais... arco-íris... colorido!!
É assim que me sinto... mais colorida, mais arejada, mais luminosa...
O amarelo canário tem sido umas das cores pela qual me tenho sentido atraída a usar e vestir... pelo que penso que traduz melhor quem sou.. Além de que é a cor da alegria e da amizade!!Eis a reestruturação de algo que tem um pouco de mim... :)

terça-feira, 21 de julho de 2009

saudade

Há um mês, em terra do País vizinho, estava uma noite a confraternizar com jovens de outros países: suécia, polónia, frança, irão... O idioma para nos entendermos era o espanhol.
Eis que ao tentar definir o que é o Fado e o que nele se encontra inerente na nossa cultura, queria referir a SAUDADE mas não sabia como o dizer... pedi aos meus dois amigos que lá estavam que me dissessem qual a tradução de saudade... e para meu (re)espanto lembraram-me: saudade é uma palavra portuguesa onde não existe tradução! É única... Em inglês podemos dizer miss you, tal como em outras línguas podemos dizer algo do género... Mas referir uma só palavra que envolva tanto do nosso íntimo, só mesmo aqui no nosso povo...
E isso fez-me pensar o quanto sentimentalistas somos... Somos um povo impulsionado e movido pelas emoções...
E isso fez-me lembrar que, apesar de tudo, gosto de ser Portuguesa e não desejo trocar este lugar por um outro!!
Facilmente me encanto com outros lugares e pessoas... mas amo o meu canto...
Não há dúvida!!
Pois mais importante que o local onde se está, é termos possibilidae de estar de quem gostamos e com quem partilhamos a Vida a cada momento!! São as emoções e sensações, quando despertadas pelo melhor que existe em cada um, que fazem com que cada momento conte...
;)

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Nos meus sonhos


Os meus sonhos são quase sempre alegres, calmos e dotados de paz...
Haitualmente sonho com pessoas de quem gosto e que faço o que gosto...
Às vezes sonho com a saudade... de pessoas, momentos e lugares...
Outras vezes, mas muito raras, sonho com o que me causa medo e angústia...
Nos sonhos consigo falar e abraçar quem há muito tempo não vejo, nem ouço, nem falo...
Nos sonhos viajo para onde já estive...
Nos sonhos, o real é sempre real e o irreal pode tornar-se real...
Nos sonhos consigo voar, sem ter asas, onde o meu motor é simplesmente o meu desejo, a minha vontade e o meu impulso...
Nos meus sonhos sou quase sempre livre...
Nos meus sonhos... sou livre enquanto persistir a marca do Amor...

sábado, 18 de julho de 2009

Gripe A - parte 2

Carreguem na imagem para perceber o que está lá escrito!
São as recomendações de Protecção Individual
:)

Gripe A - parte 1




NOTA 1:

A mortalidade desta gripe é inferior às gripes que nos têm assolado nos últimos anos...

De todas as pessoas que têm sido atingidas, qual a gravidade?... Quantas perderam a Vida?... Questões importantes a colocar para ter uma percepção REAL do impacto desta doença, bem como desmistifica-la...


NOTA 2:

Penso que o problema maior se encontra quando existir um "cruzamento" de gripes em meados de Novembro...


NOTA 3:

As industrias farmacêuticas estão a ganhar imenso com o mediatismo provocado pela comunicação social...


sexta-feira, 17 de julho de 2009

Uma questão para hoje


Sempre ouvi a expressão "Quem conta um conto acrecenta um ponto"...

Não vejo qual o interesse das pessoas andarem a comentar vidas alheias, problemas alheios, de contribuirem no diz que disse e falar mal deste e daquele... É que isso faz com que se iniciem intrigas, confusões... e amizades ou projectos de amizades são balançadas ou colocadas em causa devido à maldade da língua...

Há tanto que fazer neste mundo... porquê que as pessoas perdem tempo a criar situações desconfortáveis, paralelas à verdade e causadoras de dor emocional?!...

Com tanto a investir para que a Vida se torne melhor, porquê perder tempo com essas coisas?!...

Porquê?!....

quinta-feira, 16 de julho de 2009

no words to explain...


Estou sem palavras de tão agradavelmente surpreendida que estou...

:)

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Mãos mágicas


Mãos mágicas...

...conheço pessoas que têm mãos musicalmente mágicas...

São mãos que expressam todo o sentir naquele som, naquele ritmo, naquela cadência...

São mãos que nos levam a viajar ao mundo dos nossos sonhos interiores, dos nossos desejos... a nós mesmos...

Também conheço mãos plásticamente mágicas...

São mãos que também expressam o seu sentir em cada rabisco e em cada pincelada...

São mãos também capazes de nos fazer viajar aos nossos recantos interiores e sonhar...

Conheço ainda mãos medicinalmente e socialmente mágicas...

São mãos que conseguem ajudar o outro... mãos capazes de fazer o que muitos outros não conseguem...mãos que salvam vidas... mãos que ajudam o homem a viver melhor...


Todos temos uma ponta de magia nas nossas mãos...

Acredito que sim...

Porque todos temos bondade em nós e basta vontade e coragem para a soltarmos e a espalharmos neste mundo fora... E as nossas mãos são as principais "operarias"... E não ter mãos operárias não significa que não possamos sonhar, fazer magia e viver... Quando nos faltam as mãos temos todo o nosso corpo...

Haverão momentos que soarão a loucura, a desânimo, a dor e alegria...

Mas atingir a Felicidade e Viver implica isso mesmo...

Amanhecer




Vejo a lua
que aconhega o negro manto da noite...
Vejo estrelas
que reflectem a luz do teu olhar...
E adormeço
no silêncio, na tristeza de te não ter!
E então sonho que tenho
até ao amanhecer!!
Quando o Sol nascer
eu não quero acordar...
Só quero viver
o sonho de te amar...

Quando o Sol vier
roubar de mim teu abraço
quero ser sonho para poder morrer a teu lado...



Esta é uma das músicas que conheci há alguns anos e desde então é carinhosamente guardada na minha memória...
É um original da Tuna Académica Feminina Féminis Ferventis...
E este fim-de-semana soou num belo casamento por duas vezes de forma tocante, suave e bela...
:)

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Crescer...mudança... flexibilidade... aprender a ser feliz!


A Felicidade existe...

Está mais perto do que imaginamos.... O céu pode começar dentro de cada um de nós e só depende de uma coisa: das nossas escolhas... da nossa postura perante a Vida...
Somos livres e podemos sempre escolher uma vida diferente, com novas metas...

Nem sempre será fácil este caminho...mas há um Amigo que estará sempre comigo...

E a quem me vem dizer que não suporta ou não gosta de gente indecisa porque no passado disse algo e hoje mudou de opinião eu digo:

- A Vida implica crescimento, mudança, escolhas e flexibilidade... Se no passado pensava algo ou não podia fazer algumas coisas por questões diversas, o tempo passa, as situações acontecem, o Homem cresce, muda, bem como os objectivos, vontades, gestos e ansiedades... E isso implica que busquemos outros mares a navegar e que arrisquemos...

Chamo a isso crescer...

Quem nunca muda, quem se acha eternamente dono da razão, quem não consegue ver que é Humano e que, como tal, falha como qualquer outro e tem a língua super afiada pronta a cortar quem deseja mudar quando sente que quer melhorar... talvez esse alguém não esteja bem consigo próprio e não é feliz...

Um dia alguém leu e partilhou comigo que a boca do homem é um bom exemplo de postura na Vida..
...podemos ser flexíveis como a língua, logo moldamo-nos às situações (e repare-se que a língua tem uma durabilidade até ao final da Vida)...
...ou podemos ser inflexíveis (ou pouco flexíveis*) como os dentes... que dificilmente mudam e facilmente se partem e caiem...

*com os aparelhos já se vai dominando lentamente os dentes... ;)

E quando falo em flexibilidade é precisamente a capacidade em crescermos, vivermos e ultrapassarmos dignamente e com verdade cada momento e ciscunstâncias da Vida...é sermos capazes de mudar a nossa visão, ter um olhar mais largo e ainda mais sincero...

Acho que nesta Vida devemos estar atentos aos sinais interiores e exteriores que exigem de nós a mudança para sermos melhores e estarmos melhores... E isso implica que sejamos flexíveis... e custa que perante as nossas mudanças alguns elementos do mundo social onde nos encontramos apontem o dedo da crítica, da humilhação, da inveja, do medo...
Mas não será isso que demoverá seguir o caminho que aos poucos se torna nítido, rumo à Felicidade que se constrói a cada momento do dia...

E eu seguirei...
...aprender a ser Feliz....
:)

quarta-feira, 8 de julho de 2009

:)

Curiosamente...
... escrevi o post anterior e comecei a sorrir!!
Obrigada Mari, Sté e Sus!! ;)

arejar


Hoje...

...hoje preciso AREJAR....

... e libertar-me do peso do dia, da sua carga negativo...

...preciso libertar-me... e voltar sorrir!!

terça-feira, 7 de julho de 2009

Querida amiga...

E hoje bate uma saudade da cidade que conquistou, de modo tão singelo, o meu coração...

E a saudade bate pelas pessoas que lá habitam, pelas pessoas que para lá foram e por tudo quanto vivi com essas pessoas...

Hoje recordo com muito carinho todos os que aí estão...

Mas este post dedico-o à minha querida amiga, o anjo do meu local de trabalho, que regressou a casa e deixou a terra do Mar, na ousadia e coragem de ser Feliz!!

Para ti, minha querida... um grande beijinho e força!!

O início de algo nem sempre é fácil... mas tu tens um potencial humano enorme e forte e vais longe... eu sei que sim!!

Visitar-te-ei em breve... muito breve... :)


PS: gostamos todos muito de ti!!

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Alguém me ouviu


Acho que aconteceu um pouco com toda a gente... após uma desilusão, a frustração e a sensação de impotência reinarem na Vida... A sensação de que o chão fugiu e que se está a cair num abismo, onde o fundo doloroso, tal como a queda, nem é visível... A sensação de que não se tem rumo e que todo o sentido e verdade da Vida estão perdidos...

Eu já tive esse momento... tive-o há uns meses... Perdi-me de mim própria... o tema apropriado que me poderia reflectir era precisamente este, em especial a parte do rap do Boss AC.... Tive umas horas onde, sozinha no quarto, perdida no choque da realidade, na tristeza da verdade e afundada na desilusão chorava sem fim, tremia na angústia e não dormia na ânsia do desespero...

Mas aos poucos Alguém me ouviu... Alguém me falou através de uma pessoa aqui, ali, acolá... Alguém me fez sentir que sou especial e amada...importante...

Por horas morri... mas mantive-me firme e ergui... renasci!... mais forte, mais doce, mais apaixonada pela Vida... e aqui, entra o fado de Mariza...


"Não me resta nada, sinto não ter forças para lutar

É como morrer de sede no meio do mar e afogar

Sinto-me isolado com tanta gente à minha volta

Vocês não ouvem o grito da minha revolta

Choro a rir, isto é mais forte do que pensei

Por dentro sou um mendigo que aparenta ser um rei

Não sei do que fujo, a esperança pouca me resta

É triste ser tão novo e já achar que a vida não presta

As pernas tremem, o tempo passa, sinto cansaço

O vento sopra, ao espelho vejo o fracasso

O dia amanhece, algo me diz para ter cuidado

Vagueio sem destino nem sei se estou acordado

O sorriso escasseia, hoje a tristeza é rainha

Não sei se a alma existe mas sei que alguém feriu a minha

Às vezes penso se algum dia serei feliz

Enquanto oiço uma voz dentro de mim que diz…


Chorei

Mas não sei se alguém me ouviu

Enão sei se quem me viu

Sabe a dor que em mim carrego e a angústia que se esconde

Vou ser forte e vou-me erguer

E ter coragem de querer

Não ceder, nem desistir eu prometo

Busquei

Nas palavras o conforto

Dancei no silêncio morto

E o escuro revelou que em mim a Luz se esconde

Vou ser forte e vou-me erguer

E ter coragem de querer

Não ceder, nem desistir eu prometo


Não há dia que não pergunte a Deus porque nasci

Eu não pedi, alguém me diga o que faço aqui

Se dependesse de mim teria ficado onde estava

Onde não pensava, não existia e não chorava

Sou prisioneiro de mim próprio, o meu pior inimigo

Às vezes penso que passo tempo demais comigo

Olho para os lados, não vejo ninguém para me ajudar

Um ombro para me apoiar, um sorriso para me animar

Quem sou eu? Para onde vou? De onde vim?

Alguém me diga porque me sinto assim

Sinto que a culpa é minha mas não sei bem porquê

Sinto lágrimas nos meus olhos mas ninguém as vê

Estou farto de mim, farto daquilo que sou, farto daquilo que penso

Mostrem-me a saída deste abismo imenso

Pergunto-me se algum dia serei feliz

Enquanto oiço uma voz dentro de mim que me diz…


Chorei

Mas não sei se alguém me ouviu

E não sei se quem me viu

Sabe a dor que em mim carrego e a angústia que se esconde

Vou ser forte e vou-me erguer

E ter coragem de querer

Não ceder, nem desistir eu prometo

Busquei

Nas palavras o conforto

Dancei no silêncio morto

E o escuro revelou que em mim a Luz se esconde

Vou ser forte e vou-me erguer

E ter coragem de querer

Não ceder, nem desistir eu prometo"

Amante...da Vida / Amar a Vida - e o tempo urge!


Recebi um texto no meu mail de uma amiga, que achei interessante...



«Muitas pessoas têm um amante, e outras gostariam de ter um. Há também as que não têm, e as que tinham e perderam. Geralmente são estas últimas que vêem ao meu consultório para me contar que estão tristes ou que apresentam sintomas típicos de insónia, apatia, pessimismo, crises de choro, ou as mais diversas dores. Elas contam-me que as suas vidas correm de forma monótona e sem perspectivas, que trabalham apenas para sobreviver e que não sabem como ocupar o tempo livre. Enfim, são várias as maneiras que elas encontram para dizer que estão simplesmente a perder a esperança. Antes de me contarem tudo isto, já tinham estado noutros consultórios, onde receberam as condolências de um diagnóstico firme: "Depressão"... além da inevitável receita do anti-depressivo do momento. Assim, depois de as ouvir atentamente, eu digo-lhes que elas não precisam de nenhum anti-depressivo. Digo-lhes que o que elas precisam é de um Amante! É impressionante ver a expressão dos olhos delas ao receberem o meu conselho. Há as que pensam: "Como é possível que um profissional se atreva a sugerir uma coisa destas?!". Há também as que, chocadas e escandalizadas, despedem-se e não voltam nunca mais. Às que decidem ficar e não fogem horrorizadas, eu explico-lhes o seguinte: Amante é "aquilo que nos apaixona". É o que toma conta do nosso pensamento antes de adormecermos, e é também aquilo que, às vezes, nos impede de dormir. O nosso Amante é o que nos mantém distraídos em relação ao que acontece à nossa volta. É o que nos mostra o sentido e a motivação da vida. Às vezes encontramos o nosso amante no nosso parceiro, outras vezes, em alguém que não é nosso parceiro, mas que nos desperta as maiores paixões e sensações incríveis. Também podemos encontrá-lo na pesquisa científica ou na literatura, na música, na política, no desporto, no trabalho, na necessidade de nos transcendermos espiritualmente, numa boa refeição, no estudo, ou no prazer obsessivo do nosso passatempo preferido... Enfim, Amante é "alguém" ou "algo" que nos faz "namorar" a vida e nos afasta do triste destino de "ir vivendo". E o que é "ir vivendo"? "Ir vivendo" é ter medo de viver. É vigiar a forma como os outros vivem, é o deixarmo-nos dominar pela pressão, andar por consultórios médicos, tomar remédios multicoloridos, afastarmo-nos do que é gratificante, observar decepcionados cada ruga nova que o espelho nos mostra, é aborrecermo-nos com o calor ou com o frio, com a humidade, com o sol ou com a chuva. "Ir vivendo" é adiar a possibilidade de viver o hoje, fingindo contentarmo-nos com a incerta e frágil ilusão de que talvez possamos realizar algo amanhã. Por favor, não se contentem com "ir vivendo". Procurem um amante, sejam também um amante e um protagonista da vossa vida... Acreditem que o trágico não é morrer, porque afinal a morte tem boa memória e nunca se esqueceu de ninguém. O trágico é desistir de viver, por isso, e sem mais delongas, procurem um amante. A psicologia, após estudar muito sobre o tema, descobriu algo transcendental: "Para se estar satisfeito, activo, e sentirem-se jovens e felizes, é preciso namorar a vida".»


Texto: Dr. Jorge Bucay Livro: "Hay que buscarse un Amante"


domingo, 5 de julho de 2009

Não entendo...


Não entendo quando alguém faz uma promessa com toda a convicção e depois não a cumpre, simplesmente porque não...
Não entendo quando alguém diz que pessoa A é alguém fantástico e depois, de um dia para o outro, desaparece do mapa, não diz nada, não responde, não dá sinal de Vida... nem um sms...
Não entendo quando alguém faz outro alguém sonhar e depois desvirtua o sonho...
Tento entender o porquê... mas não há qualquer lógica, nem motivo, nem razão...
Pois quando se é especial e importante para alguém, não há distância nem falta de tempo que proíba ou inviabilize a comunicação...
Nos dias de hoje, nesta sociedade, não comunicar com alguém só tem motivo: não ter vontade de o fazer...

O tempo passa... o tempo urge...
E o silêncio continua, desde há semanas (meses?)...
Falta de vontade, certamente...

Estarei errada?!...
O tempo o dirá...

Uma coisa é certa.... a Vida continua... e eu estou cá a vivê-la!! :D

sábado, 4 de julho de 2009

Convite


Existe um blog fantástico, profundo e de extrema riqueza humana...

Hoje convido-vos a passarem por lá... porque é realmente magnífico, ajuda-nos a crescer e a ser Humanos e a querer desenvolver o melhor que há nesta nossa condição (humana)...

Passem por lá:


Bom fim-de-semana e.... força neste caminho e na construção diária da Felicidade!! :D

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Condução FEMININA - preconceito


Quando cheguei ao Hospital para vir trabalhar e tentei estacionar o carro deparei-me com o problema de sempre: falta de estacionamento... E hoje, como não tinha vontade de dar moedinha aos arrumadores, procurei um lugar perto das oficinas do hospital, local abundante de elementos do sexo masculino. Encontrei um lugarinho meio apertadinho mas o suficiente para estacionar o carro...
Eis que a trupe masculina pára a olhar fixamente com aquele ar "Uma gaja a estacionar ali, hahahahaha, vamos lá ver o espectáculo" e inicialmente não liguei... Estacionei à primeira, mas como um dos lados ficou meio apertadinho dei um ligeirinho arranque para a frente para ajeitar e ia puxar para trás e lá continuavam a olhar à espera...
Que preconceito mais sem fundamento que existe, sinceramente... Já andei de carro com homens e mulheres e já vi mulheres bem mais desenrascadas a conduzir que muitos homens....
Por momentos parei a manobra e, inconscientemente, dei por mim a murmurar estão aqui a olhar para quê?... penso que foi expressiva a minha face pois logo a seguir retiraram o olhar... Também não tinham nada que falar...
Mas, a sério, será que este tipo de preconceitos ainda irá continuar muito mais?...
E para quem tem este preconceito... cá vai! :D

video

quinta-feira, 2 de julho de 2009

You've got a friend

Susto passado, tudo controlado...
E antes de vir trabalhar estive com três amigas e através delas eis que me chegou mais um bonito espectáculo artístico que me fez pensar: Nunca estou só...!!!
Gosto de pensar e acredito que não estou só... :)


Espero que gostem... eu gostei muito!! video

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Heróis do Povo


Realmente há que dar valor a quem merece...

Pessoas que arriscam a Vida por uma causa: ajudar!!

Neste momento, em que ainda os ouço a travar a luta que parece estar do nosso lado, agradeço pela existência destas pessoas que seguiram o chamamento e a vontade de ser...Bombeiro!!...

Todos os dias eles ajudam imensas pessoas: seja nos primeiros socorros, seja no transporte de quem precisa às unidades de saúde, seja nos fogos como em outras situações...

...se os olharmos bem, eles não são os heróis imaginários como o Homem Aranha ou Super Homem.... eles são Heróis, sim, e bem reais... São o Povo e os Heróis deste Povo...

Obrigada....

inferno

ok....
Encontro-me agora, precisamente agora, agoniada, nervosa, impotente e... nervosa, outra vez... nervosa...
Enquanto escrevo aqui, em minha casa e no local de trabalho dos meus pais, está a ser travada uma luta contra o fogo a cerca 300mts...
Isto é helicóptero, carros de bombeiros, fumo, umas labaredas altas....
Os bombeiros estão a dar o seu melhor... e eu... nada posso fazer.... Somente esperar que tudo se controle... Esperar...
Espero que ninguém se magoe... no meio de toda esta confusão, espero que ninguém se magoe...