terça-feira, 29 de dezembro de 2009

desafio


Recebi do Lobinho este desafio...
Do que entendi, tenho de fazer mais cinco revelações ou responder a um grande questionário... (acho que entendi bem!)
Gostaria de comentar a imagem, pode ser?!... e assim, revelar-me... ;)
SOU MUITO SENSÍVEL EM TUDO O QUE TEM A VER COM ANIMAIS!
é a mais pura verdade!! Não suporto ver um animal a sofrer! Não consigo ver o homem a brincar, torturando um animal! Não consigo entender como se consegue abandonar um animal... Sofro de medo só de pensar que um animal pode ser atropelado!
JÁ FIQUEI TRISTE QUANDO ATROPELEI....UMA BORBOLETA!
Ia de casa para São Brás de Alportel (serra acima) para estagiar (ainda era aluna), há já alguns anos atrás. Foi a primeira borboleta que atropelei de carro...
CHOREI QUANDO UM PÁSSARO TENTOU PASSAR À FRENTE DO MEU CARRO...e ficou colado à dianteira...
ok... Sei que pode parecer anormal...
UMA NOITE, UMA VACA FUGIU E ANDOU A DEAMBULAR PELA EN125...e eu tive de travar para não embater nela... Foi um belo susto (vinha cansadita do trabalho - deu para espevitar o ânimo no regresso a casa!!)
GOSTO MUITO DE VER O MEU CÃOZINHO A SALTAR E MORDER A ÁGUA, seja da mangueira, da torneira, da chuva ou dos ribeiros que se formam na chuva...
Ele fica lindo!!... e cheira mesmo a cão!!
GOSTO DE ME DEITAR NO SOFÁ, DENTRO DO SACO-CAMA...e sentir as patas da minha cadela a abraçar-me! ;)
é reconfortante!! ;)

:)

Recebi do Amigo Daniel Lobinho um selo...

Agradeço a sua amizade e consideração....

Já num post antigo, recomendei que seguissem o seu blog... é, sem dúvida alguma, de uma riqueza humana e espiritual profunda!!

sairdaspalavras.blogpot.com








Neste Natal desejo...

...que cada um de nós tende entender o sentido da sua Vida...

Assim, dar-se-á o primeiro passo para ser construída a Felicidade...

...e afinal... Ele nasceu para vermos mais além... e !!

Natal

"NATAL JA FOI"

Eis a frase mais batida nos últimos dias...
Faço questão desejar a continuação de um bom Natal...
Sim... porque o Natal não foi nem terminou...
O Natal continua...
...nem que seja, poderiam lembrar-se de que os Reis ainda estão para vir...
...o seu culminar não se resume à troca de presentes...
Aliás, para mim, isso nem é o mais importante...
...
Nestas últimas semanas ao sair do trabalho, já tarde (ou sempre tarde), fui observando as luzes nas casas... E constatei numa redução da iluminação em algumas casas, após a grande noite de Natal...

Natal...
...é muito mais que luzes, presentes, festa pagã...e pais Natais...
Natal não termina na noite de 24 nem no dia 25... É precisamente aí que tudo começa!!

Natal é a comemoração do nascimento, do início de uma Vida de entrega, ensinamento, procura pela perfeição em cada ser humano... de um caminho real de felicidade contínua...

Natal é tanto,mas tanto...
...e quase ninguém vê...

A todos...
...continuação de um Santo Natal!!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009


Parabéns a você...

...

...Parabéns, Rituxa!! ;)

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Sei que tenho andado meio desaparecida...
Já recebi sms a questionar se está tudo bem!! ;)
Sim, está... :) o tempinho é que urge e a net vai ficando para trás... para poder dedicar tempo aos meninos, preparar o Natal... etc etc...
Agradeço o "presente" do lobinho... :) muito bonito e transmite uma mensagem interessante... Lamento ainda não me ter dedicado... :(
Tal como lamento ainda não ter respondido aos últimos comentários... fa-lo-ei...
Beijinho e...
Até já... ;)

milagres do Amor


Fez no Sabado um ano que, estando eu no meio dos meninos, um deles me disse:

"olha, o X faz anos hoje!"...

Olhei-o e na minha inocência sorri-lhe e dei-lhe os Parabéns!...

Ele ficou furioso, correu, fugiu e gritou "deixem-me em paz"...

Olhei em volta e exclamei: "o que se passa? Que foi que fiz?" e responderam-me as educadoras que ele não gostava nada (detestava mesmo) que lhe dessem os parabéns, que lhe cantassem que o olhassem sequer...

Depois deste episódio outros mais aconteceram...

Mas o certo, é que o Amor vence sempre...

Aquele menino, como outros pelo mundo fora, conhece uma realidade que a muitos de nós é desconhecida... uma realidade dura, triste, solitária... De tal forma, que uma criança sabe o que é a fome, sabe como se preparam e consomem drogas, sabe o que é ser trocado e posto de lado pela droga, pela prostituição...

Sabe tudo isso...mas continua a amar aquela que tanta dor lhe causou...

Sabe tudo isso... já saiu desse ambiente, mas sente a saudade de alguém que não o amou, mas que ele ama e o fez ficar triste... traumatizado...

E este fim-de-semana ele fez anos...

Uma vez mais, os meninos disseram-me: "olha, olha!! O X faz anos!!"

Olhei-o... e vi-o a sorrir para mim muito feliz...

Aproximei-me dele e perguntei "é verdade?!". Ele continuou a sorrir, pelo que também lhe sorri..."Sim!!", disse-me...

"Posso dar-te os Parabéns?!"

Ele esboçou um sorriso enorme, abraçou-me e disse "Sim!!"

"Bora lá malta... 'bora cantar os Parabéns! Parabéns a você, nesta data querida... ... ..."

Durante todo o tempo a felicidade e alegria iluminaram a sua face...

Hoje sabe que é amado...os seus irmãos estão com ele, amam-se...

Chamam mãe a aquela que dedica a sua Vida a eles e que dorme entre eles...

Amam e são amados...

Ao longo deste ano muito aconteceu...

Muito deitaram para fora, muito aliviaram, novo mundo conheceram...

Hoje sabem o que é ser Feliz...

Sabem que são demasiado importantes nas vidas de outros... que não são levianamente trocados...


Sabem de tudo isso...reconhecem precisamente isso...

A saudade vive num cantinho do coração... Ama-se e perdoou-se...e já não se deseja voltar à tristeza que durante tantos anos habitaram aquela vida.


São estes...os milagres do Amor...

:)


sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Desafio Natal


No outro dia soube de um gesto bem bonito...

E estou a pensar coloca-lo em prática... vou sugerir, não só a mim, mas a mais alguém que o queira fazer em alguns dos meus jantares de Natal.

Umas senhoras fazem, todos os anos, uma festa em suas casas. Não existe um dress code, mas uma espécie de "action code"... Cada participante tem de levar algo para doar a uma instituição. Por exemplo, no ano passado cada partipante levou um jogo de lençóis de flanela para doar a um lar.

Achei super interessante... O tempo que levamos a comprar um presente para a troca em grupo, compra-se algo específico e útil a quem realmente precisa... Julgo que nos deve dar uma sensação de bem estar grandiosa...

E afinal...o Natal é, nada mais nada menos, que a época em que celebramos o nascimento da Luzinha do Mundo... E um modo bonito de O recordar é fazendo aquilo que sempre nos pediu... Amar o próximo, doar-nos, estender a mão amiga a quem precisa...

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

leis


No meio das novas leis criadas para as instituições, para a adopção há coisas que me deixam apreensiva...
Uma vez mais, uma voz minha entoa no meu pensamento "É certo que temos direitos! Mas há que os ponderar com o bom senso! Quando a sede de usufruir do direito ultrapassa o bom senso e o saudável, colocando em causa a vida dos outros... estamos a ser egoístas... produzimos tristeza".
E é o que me tem preocupado. As leis ditam que se um irmão mais velho não é adoptado, não se prejudica o mais novo. Este tem direito a ser feliz...
Ora quem cria estas leis não sabe certamente o que diz...
Nenhum homem é igual a outro.
Nenhuma instituição é igual a outra.
Esta onde vou é totalmente diferente de muitas outras...
...nesta, as crianças são cuidadas com muito amor,muito afecto,muito carinho!
Chamam de mãe aquela que os acolhe e os educa.
São irmãos entre eles... Os mais velhos, cuidam dos mais novos: protegem-nos. Amam-se como verdadeiros irmão.
Entramos em sua casa e não se sente aquela carência de afectos, não são mais apelativos que qualquer outra criança.
Vão à escola, muitos são alunos exemplares, andam no conservatório a aprender música, vão dar concertos de música clássica pela escola, vão à ginástica, natação... Uns tiram cursos profissionais outros vão mesmo para o ensino superior...
SÃO UMA FAMÍLIA...
...uma família que as leis querem separar...
...uma obra nesta sociedade que as leis querem mudar, estragar...
E com tudo isto, acabam com a felicidade destas crianças, que tantos horrores já viveram e agora sabem o que é ter uma vida normal... Garanto-vos, porque vou lá, e têm uma vida normal.
Não têm um pai, é verdade...
Mas muitas crianças não tem uma família monoparental também?!...
Se vivessem mal, se o seu crescimento psicossocial fosse alterado por lá viver, era uma coisa. Mas se são tão felizes e normais... porquê?!... E porquê quererem cortar os laços com os verdadeiros irmãos? Há crianças sem irmãos,mais novas... Porquê irem buscar aquelas que têm laços de afectos e sangue fortíssimos?!.. Porque são mais bonitas e bem comportadas? O sonho de criança?
Se são um sonho de criança, porquê muda-las...? Porquê tira-las de onde estão e que fazem com que sejam, naturalmente, aquilo que são?...
Porque preenchem os requisitos...têm as características.
Tiram-nas de lá...
...e elas mudam... porque lhes tiraram a família...
...e inflige-se mais um trauma...
E semanas depois, a criança é devolvida....

E pronto... é isto que é proporcionar uma vida feliz à criança que é arrancada da sua família. Que todos os dias vê e abraça o irmão; que ri quando o irmão ri... que chora se vê o irmão chorar...e que o procura consolar... porque o ama e diz que ele é demasiado importante na Vida dela...
COnsidero que se deve mudar o que está mal... Mas o que está bem não deveria ser mudado, pelo menos de ânimo leve...

São estas as leis universais...
...que não olham ao que é único e especial...
...que quando aplicadas indevidamente, tentam destruir a única força indestrutível: o amor... causando nada mais que dor...
...porque o importante é dizer que foram adoptadas X, foram retiradas das instituições Y e que se está a produzir trabalho. Não interessa quem são o X e o Y... são se procurou saber o que lhes é importante. Trabalha-se num objecto,que por acaso é uma criança, e muda-se porque se acha que ali encaixa melhor, sem procurar entender APROFUNDADAMENTE quem é aquela pessoa.
E sinceramente, isto preocupa-me...
...já vimos outros casos nos quais não se entende a decisão do tribunal, nos meios de comunicação social, como a Esmeralda e outros mais... Porque os direitos e as leis, sobrepõem-se ao bom senso...
Dá que pensar...

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

O aviador, o principezinho, a ovelha VS a flor


Quando as dúvidas assolam um qualquer pensamento...
Quando o receio de perder o que nos é especial invade o íntimo...
Quando qualquer coisa, algo ou alguém nos é tão especial e pensa-se na sua efémeridade...
...e quando alguém subvaloriza o que nos é tão importante... sente-se uma tristeza no íntimo...

Eis uma conversa do principezinho com o aviador...
No princípio ele não lhe ligou muito... desvalorizou a preocupação do principezinho...
Ao referir que não tinha importância alguma a dúvida do pequeno, este ficou lívido e ripostou...

"-As flores fabricam espinhos há muitos milhões de anos. Apesar disso, as ovelhas comem flores há muitos milhões de anos. E vens-me tu agora dizer que tentar perceber porque têm elas tanto trabalho a fabricar espinhos que nunca lhes servem para nada não é uma coisa séria? Que a guerra entre as ovelhas e as flores não é uma coisa importante? Não será uma coisa bem mais séria e bem mais importante do que as contas de um senhor muito gordo e muito encarnado? E se eu, eu que estou aqui à tua frente, conhecer uma flor única no mundo,uma flor que não existe em mais lado nenhum senão no meu planeta, mas que, numa manhã qualquer, uma ovelhinha pode reduzir a nada num instante, assim, sem dar sequer pelo que está a fazer, isso também não tem importância nenhuma, pois não?

Corou. Mas ainda não tinha acabado.

- Amar uma flor de que só há um exemplar em milhões e milhões de estrelas basta para uma pessoa se sentir feliz quando olha para o céu. Porque pensa: «Ali está ela, algures lá no alto...» Mas se a ovelha comer a flor, para essa pessoa é como se as estrelas se apagassem todas de repente! Mas isso também não tem importância nenhuma, pois não?

E não foi capaz de continuar. Desatou de repente a chorar. Entretanto, fizera-se noite e eu largara as minhas ferramentas. Queria lá saber do martelo, da porca, da sede e da morte! É que, numa certa estrela, num certo planeta, no meu planeta, na Terra, havia um principezinho para consolar. Peguei-lhe ao colo. Embalei-o. Fui-lhe dizendo: « A flor de que tu gostas não corre perigo nenhum... Eu desenho um açaimo para a tua ovelha... Eu desenho uma armadura para a tua flor... Eu...»
Não sabia que mais lhe prometer. Sentia-me completamente desarmado. Não sabia como chegar até ele... É tão misterioso, o país das lágrimas!"

O Principezinho - Saint-Exupéry
excerto do capítulo VII

O que daqui depreendo, é que não nuncase deve desvalorizar as preocupações do outro...
Especialmente no sítio onde trabalho. Perante o cansaço, o dever de ter tudo feito como se sobrehumanos fossemos, o stress, existe uma tentação de ligar um filtro nos ouvidos e abanar a cabeça como quem ouve,sem nada ouvir!! NUNCA ISTO ACONTEÇA... estaremos a ser péssimas pessoas e péssimos profisionais se tal suceder...
Como podemos ferir aquele que ja sofre...


E a expressão de amor proferida pelo principezinho pela sua flor...
Não traduz por completo a sensação que nos preenche quando amamos?! :)

Que bela obra, esta, do Principezinho... intemporal!!

...de regresso...


Com tanta ausência... até parece que estive de férias...mas não... não estou de férias... Apenas bem ocupada e com problemas técnicos no PC...

Estou... de regresso....

...acho eu...

;)

terça-feira, 17 de novembro de 2009

...


Sinto falta de Te beber...
Sinto falta de Te ouvir...

Há dias assim...
...

Os retiros são bons por isso mesmo...
Ao beber de Ti, sacio a sede,que cultiva a esperança de poder ser um pouco melhor...
Ao escutar-Te, ouço-me e ao mundo que pede a mudança...

Desejo escutar-Te....
No turbilhão do dia-a-dia nem sempre é fácil...
A Tua voz mistura-se no meio de tantas outras vozes...
É preciso que esteja bem atenta...
É preciso saber parar, fechar os olhos, reflectir... escutar, escutar e escutar...

Sei que me falas...
Eis-me aqui!

SuRpReSa


Cheguei artilhada com gomas, bolachas de nozes e chocolates...
...outra noite a trabalhar e aquela ceia (sempre a mesma há anos) já não entra... um paposeco (mesmo seco), um queque (que embaça), uma peça de fruta e o leite com chocolate...

SuRpReSa:
- alguém deixou uma caixinha de brigadeiros para mim... :)

Ceia bem mais composta...
...eram tantos que deu para quem trabalhou À noite e para os primeiros a chegar de manhã...

A mudança mete medo...
...mas tal como pensei na altura, serei sempre eu... e o que faço, o modo como o faço é reflexo disso... ainda que diferentes, as manifestações humanas de carinho preenchem espaços antes preenchidos de outra forma...
...
As pequenas surpresas da gratidão de quem pouco nos conhece são muito boas, sabe bem recebe-las...
...e não é preciso grande coisa...
...basta apenas um sorriso, que tudo diz, sem qualquer palavra...
...ou uma caixa de brigadeiros, com o nome... ;)

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

oLhoS veNdaDos


Não sei como não reparaste?!...
Aquilo era mais que evidente, a olhos vistos, há já muito tempo...


Foi esta a frase que desencadeou a revolta do post anterior...

Há pessoas que teimam em colocar o dedo naquilo que já foi uma ferida... hoje é uma cicatriz, bem curada... mas falam e apelam a que olhemos para nos fazer lembrar. E não é porque tenham algum tipo de preocupação por mim... Nããããoooo....apenas para cuscar e me fazer reagir, para me avaliarem.

E existem certas cicatrizes no corpo que, quando tocadas em determinados dias, causam alguma dor ou desconforto. Passado é passado!!... Só que fico chateada por ter sido tão.....tótó!!! Esta minha mania de acreditar nas pessoas e não querer ver quando me estão a armar... E é precisamente isso que dói... Ter permitido que me fizessem o que fizeram... Fico meio "tramada"comigo...

Portanto... a única coisa à qual não sou indiferente, é a mim mesma e a este meu aspecto de ser meio tótó...de vendar os olhos à verdade evidente... de arranjar desculpas para o outro...

terça-feira, 10 de novembro de 2009

InDiFeReNçA


Será que a consciência não pesa a algumas pessoas,
tendo em conta que mentiram, enganaram, mentem e voltam a enganar?!....

Sinceramente, não consigo entender....
...não entendo esta falta de respeito, a amoralidade, a mentira, a infidelidade...
...não entendo como pode alguém ser feliz, vivendo numa total ausência de amor (pelo próximo)...
...não entendo como o egoísmo de alguém consegue superar o bom senso...
...não entendo...
...como a ingratidão surge, nasce e vence...

Porque quando as coisas mudam,
mudam e pronto...
...mas se mudam e as pessoas mudaram,
dever-se-ia ter coragem para assumir tal mudança...

Para quê enganar?!...

Hoje olho para trás...
...e cada vez menos consigo entender...
E pior... por mais que gostasse de me importar com alguém
não consigo...
...não merece...
...porque ainda hoje, a ausência de verdade é um muro que impossibilita qualquer outro caminho
que não o distancimento...e a indiferença...

É difícil alguém provocar isto em mim...
...é mesmo muito difícil...
...mas alguém conseguiu tal proeza...e quanto mais o tempo passa, mais presente se torna a indiferença...
...e nesta indiferença, em que evito pensar,
uma certa dorzinha surge no íntimo...
...porque a indiferença por alguém é algo muito mau de se sentir...
(sempre achei que sim)
...e não gosto de a sentir... não acho correcto, nem faz parte da minha natureza...
...mas neste momento não consigo evitar senti-la...
...
...não suporto a mentira...
...e eu...eu fui enganada...
...olho para trás, vejo a mentira e a cada dia que passa vejo-a melhor...
...
Hoje, passaram cerca de 11 meses desde que a mentira explodiu...
...e hoje digo: InDiFeRença, sentimento que nasceu das cinzas de uma ilusão...
InDiFeRença, que me ajudou a superar a dor...
InDiFeRença, que me levou a renascer...
InDiFeRença, que não passa disso mesmo...
Hoje, se dissesse teu nome... certamente seria InDiFeRença...
Portanto, InDiFeRença...
...apesar de toda a dor...
...
...a minha Vida está muito melhor!!

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

as 5 revelações

Recebi do Amigo Daniel Lobinho este selo...
Acrescentei apenas umas cores... (desculpem... gosto de dar cor)...

Ao receber este selo faço 5 revelações:

a) Eu já ...
...eu já sofri, já me desiludi, já caí e me ergui... já desesperei, já chorei muito, já senti (infelizmente) o ódio... já permiti que me fizessem menos bem...

b) Eu nunca …
...mas nunca deixei de sonhar, não deixei de acreditar totalmente, nunca deixei de ter esperança, nunca coloquei de lado a hipotese do perdão...

c) Eu sei ...
...que em todos aqueles momentos, em que o meu mundo, antes rosa e agora um arco-íris, sempre tive o Amor, o apoio, o abraço amigo de algumas pessoas... foram elas que me acalentaram e me ajudaram a viver, a ultrapassar as dificuldades e, apesar da dor e maldade do mundo, ser continuamente Feliz...
...que na Felicidade posso estar triste... posso chorar, desiludir... mas a forma como olho, como aprendo e cresço marca a diferença e permite-me ser verdadeiramente Feliz... e devo isso ao Abismo de Amor ao qual sou convidada a viver diariamente...

d) Eu quero …
...marcar o passo e seguir este caminho...
...de amar...e construir Felicidade... (em todas as vertentes da minha Vida: só nessa abrangência faz sentido este querer)

e) Eu sonho …
...conseguir!!

:)

Passo este selo ao meu amigo Joel... ;)

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Dom dA Vida

E hoje fiz muitos bolinhos, enchi balões, comprei gomas...
...e aguardo ansiosamente o momento de reunir a família a alguns amigos de loooonga data... ;)
...é já dentro de 10minutos...
...Big Party...
...comida, bebida, conversas, risos, música...

...mas acima de tudo: faço anos e algumas das pessoas mais importantes da minha Vida reunem-se para celebrar...
...celebrar o Dom dA Vida... a minha Vida*... ;)

*que faz sentido por elas existirem!!

sábado, 31 de outubro de 2009


Existem dias,
existem momentos,
existem pessoas
que testemunham o melhor desta Vida
e aquilo que é mais importante...
...e isso faz-nos sentir muuuuito bem...

:)

sexta-feira, 30 de outubro de 2009


As atitudes dos amigos às vezes magoam...

...e, por vezes, nem se apercebem disso...


quarta-feira, 28 de outubro de 2009

dor de dentes


A dor de dentes é horrível...

Existem pessoas que detestam ir ao dentista...
...eu não faço parte desse grupo...

Sou daqueles que não me importo nada de lá ir... tudo para prevenir ou aliviar desconforto tão grande...


UUiiii...é que é uma dor do pior...

terça-feira, 27 de outubro de 2009

descanso...


Encontro-me sentada e em silêncio interior
Em meu redor, uma pequena multidão ri e comunica...
No meio dessa mutlidão,
sinto-me apenas espectadora...
E no meio do barulho o silêncio impera...
O mundo corre, agita-se, avança
e eu permaneço parada a assistir...

Sem nada ouvir, tudo ouço...

Uma calma habita em mim...
Gosto de ali estar...
É um ambiente acolhedor e pacífico...

Eis que o tempo passou
e desperto...

Levanto-me,
cumprimento,
despeço-me
e volto ao meu cantinho...

Preciso descansar,
foi o que concluí...

quinta-feira, 22 de outubro de 2009


Hoje parei e pensei outra vez...

...e faz falta... para saber onde estou e para onde vou...

Pressão :|


Pressão...
...eis algo de que não gosto...
E ainda que seja perita a funcionar em coisas de última hora,
sendo daquelas pessoas em que a expressão
"funciono bem em pressão"
aplica-se devidamente,
há determinados aspectos em que a pressão me atormenta por completo
fazendo com que emoções menos positivas brotem do meu íntimo...
Para tudo há um tempo e em tudo há um modo de agir...
Não adianta virem pressionar em determinadas coisas...
Eu tenho de fazer aquilo que acho correcto fazer
e é-me difícil suportar as críticas do meio em volta,
para seguir aquilo que outros querem...
Isso apenas pressiona, angustía, desgasta...
e faz-me sentir culpada daquilo em que não tenho culpa...
Tolero a pressão, quando sou eu que a causo em mim e quando sou eu que a controlo...
Mas não consigo gostar da pressão social...
É verdade que há escolhas que tenho de fazer,
e que tenho de construir o meu futuro...
...mas tenho de o fazer do modo em que me sinto confortável...
...caso contrário, essas pressões apenas irão estragar,
influenciando negativamente, as minhas decisões...

Será egoísmo meu?!...
...acho que não...

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

música...


...quando oiço música o mundo à minha volta quase pára...
Parece que o meu coração acompanha cada batida...
...que o meu pensamento é preenchido por cada compasso...
...a minha face exprime a tonalidade, a harmonia...
A música flui... e eu vou com ela...

Quando chega ao fim
desperto como que se despertasse de um sonho...
O tempo passou como se um só instante tivesse passado
e não a sequência de minutos que efectivamente passaram...

Diria que naquele instante
a música me cativou de tal forma
que fomos uma unidade...

É isto que a (verdadeira) música produz em mim...

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Em memória de...


Que dizer de alguém que dedica a sua Vida lutando pela verdade?
Que dizer de alguém que perpetua a vida, mesmo após a morte?

Era um jovem...
Foi criança, como qualquer um de nós...
Foi adolescente, como qualquer um de nós...
Tornou-se adulto, como qualquer pessoa se torna adulta...
Escolheu uma profissão...
...nessa profissão jurou defender a pátria... jurou defender a comunidade...
Nesta profissão viu muito e soube de muito...
...a lutou pela justiça, defendendo sempre a verdade...

Há uns que, mesmo devendo estar do lado da justiça, entregam-se à mentira, corrupção e máfia... Há outros que, devendo estar do lado da verdade, permanecem imóveis e calados, com medo de dedicar a vida a uma causa maior e de correr riscos...
E existe aquele que, ainda sabendo dos riscos, dedica a sua Vida à justiça, defende a verdade e luta para que a comunidade se torne mais pura de coração... E por isso, por saber demais, por ter aceite ser testemunha e caminhar com a verdade na sua vida, foi silenciado...
Silenciaram-no violentamente...
Ainda esteve no hospital a lutar pela vida... mas não aguentou...

Eis que este homem consegue surpreender ainda mais com a sua dedicação a causas humanitárias... Doou os seus orgãos e salvou neste momento seis vidas...

Que dizer desta pessoa, anónima para o mundo?!...
...que viveu para os outros...
...morreu lutando por um mundo melhor...
...e salvou vidas, mesmo após toda esta luta e ter sido enganado pela maldade deste mundo?...

Que dizer de alguém tão bondoso e altruísta?!...

Honro a Vida deste jovem...
...e aqui está um post em sua memória...

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

A partida e a chegada


Despi a farda e vesti a minha roupa...
Soaram nos meus ouvidos as palavras ouvidas minutos antes
"quando saíres, fazes de conta que é um até amanhã... não penses que é o último"...
Fechei o cacifo, segui o corredor, abri a porta, fechei a porta...
Só um leve olhar, pensei eu...
Olhei para trás... vi a porta fechada, e com ela fechei um sub-capítulo da minha Vida...
Recordei todas as emoções e momentos passados... recordei quase todas as pessoas que cruzaram o meu caminho, os que caminharam paralelamente comigo...
E num misto de saudosismo emotivo e alguma tristeza por deixar para trás algo que me preencheu interiormente, que tanto me fez crescer e reflectir... que, de certa forma, tanto amor senti a entrar e sair: partilhado... chorei... não um choro triste, nem um lamento... Simplesmente um choro emotivo...
Tolinha, pensei... e sorri, para de imediato uma nova lágrima correr...

(...)

Hoje foi o primeiro dia de uma porta nova que se abriu...
...e gostei...
Afinal, o que sou e o que faço,
ainda que as necessidades dos serviços sejam diferentes,
são sempre o meu reflexo... e são sempre enfermagem...
:D

sábado, 10 de outubro de 2009

Com Amor...


...sorrio e choro...
...falo e calo-me...
...entrego-me e preservo-me...
...sou sempre quem sou, mostro o que sou e dou o que tenho...

Com Amor...
...consigo perdoar quem me magoa...
...olho de frente os medos...
...avanço neste caminho que é a Vida...
...ultrapasso (ou sobrevivo) aos obstáculos...
...continuo a avançar no caminho...

Com Amor...
...vê-se o bom que existe em nosso redor...
...sentimo-nos bem com o nosso EU...

Com Amor...
...simplesmente sou Feliz, ainda que chore...
...porque sou capaz de encontrar o lado B da Vida...

E é isto que desejo ser...
...ser Amor...
...e ser sinal desse Amor...

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Conversa animada...


Estavamos a conversar sobre generalidades...
..em tom de brincadeira perguntei-lhe:
- Então, quando é que te casas?, e sorri...

- Eu não me caso, assim não contribuo para a taxa de divórcio, disse-me ela a sorrir e depois acrescentou:
Quem anda na estrada é que tem os acidentes...

Ao que eu respondi alegremente:
- Então andas sem carta de condução...

Olhamo-nos e rimo-nos...

- Tens razão, respondeu-me, ando fora da lei...

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

DJ Chuchas... :)

Enviaram este mail, achei piada e cá está!! ;)

video

A TROCA.... deu que pensar...


Tocou-me do princípio ao fim toda a história...
Logo de início porque a vida diária de Msr Collins faz-me pensar no que é a minha... Quantas vezes penso que irei estar de folga e de repente toca o telemóvel, com uma chamada do serviço a solicitar que vá trabalhar... outras vezes, sou eu quem incomoda um colega que teria direito ao seu descanso, para vir trabalhar extraordinariamente... e quantas vezes dizemos apenas que sim, pensando somente em aliviar a carga de trabalho excessiva do colega e haver um mínimo de cuidados decentes a quem precisa... ainda que tal signifique um grande sacrifício da nossa vida pessoal... No caso de Mrs Collins, foi mesmo deixar o filho menor sozinho num sábado, quando havia algo prometido... Mas existe um sentido dentro de nós que nos faz seguir aquilo que mais nos custa, em prole daquilo que consideramos ser um bem maior para a Comunidade da qual fazemos parte...

A história desenvolve e vê-se muito mais daquilo que acontece neste mundo fora...
...quando os interesses de grupos falam mais alto do que a verdade e abusam do poder para oprimir, humilhar, corromper, magoar a vida de outros...
...que existe sempre quem tenha sensatez, bondade, solidariedade, astúcia, simplicidade e inteligência para ver a verdade e dar a mão a quem necessita...
...que o Amor é realmente uma força que quando presente causa impressões extraordinárias neste mundo fora...
...que o medo leva as pessoas a terem atitudes que nunca pensaram ter...
...
...

E ainda que toda a história seja marcante, houve uma parte em particular que me tocou...
...no Hospital Psiquiátrico...
...
A história de enfermagem tem evoluído... e dou Graças por tal...
...que embaraço ao ver a forma como as pessoas eram cuidadas... cuidadas não! Naquele tempo, naquele lugar, nesta história, as pessoas não eram cuidadas mas sim tratadas (bem ou mal, há que ver para sentir a vergonha ou incredulidade que senti por um dia alguém ser capaz de fazer as coisas que foram feitas!)*... nem sequer eram olhadas como gente que vive, pensa e sente...
*é certo que o modo de pensar da altura, a instrução de cada um conduziu a que fossem tomadas aquelas posturas e atitudes...
E o que me assusta é que em todas as épocas somos levados a fazer coisas menos boas, por ser o que a sociedade nos instruí... e nem sequer colocamos em causa por ser considerado normal... e podemos estar a magoar severamente a integridade humana de alguém, ou mesmo a integridade daquilo que nos é gratuitamente concedido: o mundo e tudo o que esta palavra engloba...

Vale mesmo a pena ver o filme...
...faz-nos pensar... a mim fez...

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

O ciclo da vida


E hoje, logo pela manhã, ao chegar ao serviço foi a música que chegou ao meu pensamento...
Esta Vida é uma viagem cujo o navegar, ainda que único e com tempos diferentes para cada pessoa, passa por fases idênticas...
"Há nascer, há crescer e há morrer
E em cada chegada uma partida
Mas importa que em cada acontecer
Haja sempre um caminho para a vida.

Há nos olhos do outro uma promessa
Cada homem é uma mão estendida
É preciso que nada nos impeça
De aí ver um caminho para a vida.

(...)

Há o olhar sereno de quem ama
Há a fé das entregas decididas
Há em tudo afinal uma só esperança
De trilhar o caminho para a vida."

E com isto, está tudo dito...

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Escutei...




"isto está mau!"...


...ouvi em tom grave, sério e pensativo...
Entre gestos que revelam confusão, num momento de lucidez, teve-se a noção de que estar vivo e vir a deixar de estar tem uma barreira bem ténue...
E é verdade... nunca sabemos o que irá acontecer no momento a seguir...
Vive-se tantas vezes com vontade de que o amanhã chegue e nem pensamos que pode-se já cá não estar...
A verdade é que está mau... há já algum tempo que ouvi palavras da mesma boca a proferirem quase o mesmo... Mas desta vez as coisas pioraram... e ter-se esta noção não é fácil de gerir...

Não tive palavras... perguntar o porquê soou-me a idiotice da minha parte. Já antes havíamos falado sobre tal e eu entendi perfeitamente o significado daquelas palavras... Apenas permaneci em silêncio ali ao lado... sentei-me durante algum tempo e escutei o esforço de se mover, da respiração... escutei as suas palavras, não muitas mas profundas...
Como somos tão frágeis... e vulneráveis...
...e como esquecemos isso tão facilmente...

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

A despedida!!...e a chegada!!


A despedida mete medo...
...medo da mudança, de deixar o que hoje nos trás alegrias, de ir para algum lugar que nos traga dissabores...

Mas, se olharmos à nossa Vida, não houve sempre esse bichinho do medo a invadir-nos por instantes?!... Houve... tal como houve a ansiedade e o nervoso miudinho...

E para onde quer que vá, haverão situações boas e menos boas, alegrias e tristezas, dias bons e menos bons...

A despedida existe, neste caso, pois um dia decidi que tal seria melhor...
...hoje olho e não sei se será melhor...
...mas o facto é que a despedida encontra-se eminente...
...
...e fica a certeza de que muito mais irei aprender!!

A despedida implica também uma chegada...
...e muito em breve sairei de um mundo e chegarei a outra realidade...
...tenho algum receio e ansiedade... mas creio que será bom! (:

aaaahhh!!!!.......


"Estás preocupada com isso?"
ou
"Estás triste por isso?"


SIM, estou...
Porque durante anos pensei conhecer alguém, pensei que esse alguém tivesse a ligação da amizade...

Mas enganei-me, é o que parece...
E isso deixa-me triste... desiludida...

"Não foi por falta de aviso! Bem te disse... Mas tu arranjavas sempre desculpa e dizias que ela era boa pessoa e tal e tal e tal"...

E ora cá está a prova...
Facadinhas nas costas a torto e a direito...

Sim, estou triste, mas passa...
Só não posso deixar de ficar triste por uns tempos, enquanto faço a digestão da situação!! Sou humana..!!

(por tempos entenda-se, um tempinho curtinho, que coisas destas não devem nem podem consumir nem o espírito, nem o físico, nem as emoções...
Pelos vistos, existem pessoas e situações mais importantes!!) ;)

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Marley & Me




Vale, definitivamente, a pena ver este filme...

...um filme que valoriza e nos mostra a importância do respeito pela diferença, da confiança, da entrega ao outro... da força do Amor e da Amizade...

...um filme que mostra a verdadeira noção de ser Família...

...que os problemas são passageiros e que vale a pena conversar e lutar pelo amor... mas que para tal o respeito e diálogo são essenciais...
Foi um filme que me fez chorar (o que não é fácil...)...
Porque me revi imensas vezes no papel de dono e das crianças na relação com o belo Marley...
Porque me revi naquele sentido de família...
Vale a pena ver...
...é a história de uma família...
...é a história de um cão que pertence a esta família, que cresce, vive, acompanha o desenvolver desta família... e que morre dignamente no seio de muito amor... o amor de uma verdadeira família!!

;)



CHÔÔÔ.... más línguas!!


Que fazer com quem tem tanto maldizer na língua...?!

É que há quem não saiba falar sobre mais nada...

É difícil suportar...

Puxa... além da má língua, encontra-se inerente a pura hipocrisia...

NÃO TÊM MAIS NADA PARA FAZER...??!!!

Têm, lá está... mas deve ser-lhes muito mais divertido falar mal, mal e mal...

Não tenho gosto nem paciência por tal...

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Lady In Spain

Barcelona...
...foi uma viagem deste ano que recordo com muita alegria!!
(aliás, todas as férias e viagens deste ano são altamente memoráveis e marcantes!!)
E hoje ao escutar esta música recordei os dias que lá passei, o que vi e vivi...
...e como gostei de andar por aqueles monumentos, construções e ruas...
...La Rambla.... :)
...
...hum.... :D

Lady In Spain - Ingrid Michaelson

http://www.youtube.com/watch?v=EcWlBniRvFY&NR=1

I am the lady in Spain
I'll sing a haunting refrain
I am the lady from Mars
And I can unscrew the stars

I can be
Anything I see
I can be
Anything that I, anything that I see

And I am in love with a boy
Manufacture to destroy
I shall unravel my love
I can unthread woolen gloves
I can do anything I want to
I can do anything I want anything my heart tells me to do
Tells me to do
Tells me to do
Dododo-dodododo-dododododo

I can do-ooo-ooo
Anything I want to
I can be-ee-eeee
Anything that I see
I can do-oooo-ooooooo anything I want to
I can be anything that I see
Anything that I see

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Quando se ama...


Será que quando se AMA alguém, se é capaz de mentir, esconder, omitir a verdade?...
Eu não sou capaz de o fazer...
Sinceridade acima de tudo...

Mas sei de alguém que diz amar outro alguém...
...no entanto, não é capaz de contar a verdade, colocando uma máscara à sua "cara metade" e ocultando problemas e realidades sobre si próprio...
...isso revela um potencial ou real problema: falta de confiança...

Quando se ama, a confiança é vital...
Quando se ama, a sinceridade e transparência sobre o Eu é fundamental...
Quando se ama, a cumplicidade é importante...
Quando se ama, não se pode fingir que tudo está bem...
...não se pode esconder o que já se foi e o que hoje se é...
...não se pode, pura e simplesmente, esconder atrás de uma mentira, omissão ou medo...

É, ou não é...?!...

Quando se AMA,
não se é egoísta, nem se pensa no seu proprio umbigo ou bem-estar...
Pensa-se também na pessoa que está ao lado...
Não ter coragem de assumir o erro, de saber pedir desculpa, de pedir ajuda a quem se diz amar... ou apenas de admitir a verdade e ser-se sincero...
...Pode ser uma atitude egoísta, a fim de evitar sentir o desconforto de se 'desnudar', de se ser íntegro numa simples atitude de verdadeiro amar...

quinta-feira, 24 de setembro de 2009


E eu que já li a tetralogia de Luz e Escuridão...

...e já vi umas duas vezes o Crepúsculo...

...cá estou ansiando pelo 20.11.2009 para ver em formato cinematográfico Lua Nova...

:)

Patagónia Argentina...









...
...locais destes existem...
...e eu conheço quem lá irá ver ao vivo e a cores...

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Tu és a Água Viva

Uma música lindíssima,
uma letra riquíssima
e a voz perfeita a transmitir a mensagem...

Gostaria de conseguir colocar a música aqui, mas não consigo...
Deixo a morada do You Tube onde se pode ouvir a calma, a paz e o desejo de ser Homem&Amor!

http://www.youtube.com/watch?v=uDDv12Y35Qo&feature=related

TU ÉS A ÁGUA VIVA

"Manifesta a Tua Santidade em mim
Toma-me de entre a minha dispersão
Recolhe-me de onde me perdi
Enche-me de novo o coração!

Tu és a água viva
Tu és a água pura
Inunda-me, inunda-me
E tudo se transformará em Mim.(* 2)

Minha terra se abrirá à Tua chuva
As minhas pedras não farão mal a ninguém.
Meus montes serão caminho para todos

Meu pasto abundante cura será
Para todo o que coma de mim
Eu serei a terra que emana leite e mel.

Tu és a água viva (Tu és a água viva)
Tu és a água pura (Tu és a água pura)
Inunda-me, inunda-me
E tudo se transformará em Mim.(* 2)

Dar-Me-ás umas entranhas novas
As minhas pedras não farão mal a ninguém
só acariciarão...

Infunde o Teu espirito em mim Senhor
Faz com que se apaixone por mim.
Que queira fazer morada em mim
E assim tenha sabor a Ti.

Então habitarei na terra que é minha
e eu serei o Teu povo
e Tu serás meu Deus.

Tu és a água viva (Tu és a água viva)
Tu és a água pura (Tu és a água pura)
Inunda-me, inunda-me
E tudo se transformará em Mim.(* 2)"

Porquê?!...

video

Eis uma questão que colocamos diversas vezes...

"Why?" ... Porquê?...

A mensagem da música diz tudo...

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

O Hoje...


"Acenda as velas,
use os bonitos lençóis.

Não os guarde para uma ocasião especial.
HOJE é um dia especial!"...

...porque estou cá e respiro... estou viva!!...
...porque sinto, cheiro, ouço, saboreio, creio...
...porque o Hoje, completa o Ontem e inicia o Amanhã...
...porque o Agora é este momento...
...e cada momento é que torna este dia, naquilo que é...

:)

Pequenas coisas... mas grandes na memória do coração!

video

E porque as aparentes coisas pequenas fazem parte do nosso dia-a-dia

e o tornam belo por serem assim...

Este excerto demonstra a importância de viver e saborear cada dádiva que nos é dada...

...a saber valorizar as "coisinhas", que podem até parecer ridículas na altura...

...mas que ficam eternizadas na memória, pela sua simplicidade, pela sua genuidade e cândura...

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Estrela...


Sempre gostei muito desta música...
...e com o passar do tempo, este gosto tem apurado...
...e hoje, diz-me mais do que poderia imaginar quando a ouvi pela primeira vez...

ESTRELA DO MAR- Jorge Palma

"Numa noite em que o céu tinha um brilho mais forte
e em que o sono parecia disposto a não vir
fui estender-me na praia sozinho ao relento
e ali longe do tempo acabei por dormir

Acordei com o toque suave de um beijo
e uma cara sardenta encheu-me o olhar
ainda meio a sonhar perguntei-lhe quem era
ela riu-se e disse baixinho: estrela do mar

Sou a estrela do mar
só a ele obedeço, só ele me conhece
só ele sabe quem sou, no princípio e no fim
só a ele sou fiel e é ele quem me protege
quando alguém quer à força
ser dono de mim

Não sei se era maior o desejo ou o espanto
mas sei que por instantes deixei de pensar
uma chama invisível incendiou-me o peito
qualquer coisa impossível fez-me acreditar

Em silêncio trocámos segredos e abraços
E escrevemos no espaço um novo alfabeto
já passaram mil anos sobre o nosso encontro
mas mil anos são pouco ou nada para a estrela do mar

Estrela do mar
Sou a estrela do mar
Só a ele obedeço, só ele me conhece
só ele sabe quem sou, no princípio e no fim
só a ele sou fiel e é ele quem me protege
quando alguém quer à força
ser dono de mim
"

Mudança


É tempo de mudança...
É tempo de aprender um pouco mais...
É tempo de adaptar ao novo que aí vem..

Existe uma parte de mim que teme a mudança...
(porquê que o desconhecido provoca este frémito em nós?)
Outra parte de mim está ansiosa por tal...
Sou das pessoas que consideram as mudanças, ainda que difíceis, positivas...
Se não forem para melhor, está-se sempre a tempo de voltar a mudar...
E ainda que não sejam para melhor, aprende-se qualquer coisinha...

É chegado o momento...
A carta chegou e informou...
Resultado final: lá vou...
...e está quase, quase...
...mudança...

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Quando sonho, faz-se Vida!



"Faço algumas coisas que sempre desejei fazer,
mas que tinha vergonha"

Com o tempo tenho aprendido que existem sonhos pelos quais vale a pena lutar, vale o esforço, vale a exposição, vale até o sofrimento e a frustração imediata das tentativas e dos fracassos iniciais...
Considero que seguir esses sonhos é parte integrante da caminhada que devo percorrer para ser feliz...
Claro que se deve ponderar sempre a validade e implicações destes sonhos, para compreender se realmente são sonhos que conduzem na direcção que me proporcionem ser quem realmente sou e o que desejo ser e alimentar o Eu interior...
Existe uma sensação que impede o Homem de sonhar e lutar por tornar realidade o seu desejo: o medo!!
Não gosto do medo... Ainda que seja importante, para ponderar seriamente, penso que muitas vezes está presente em demasia...
O medo impede-nos de viver... Pois quando se tem medo, muitas vezes opta-se pelo comodismo de arriscar ir até ali, de aceitar algo diferente, de estar num outro lugar... Quando se tem medo, tende-se a reagir exageradamente em determinados sentidos que fazem com que o que não queremos que aconteça, acabe por realmente acontecer...

Eu sonho muito... Tenho muitos sonhos... Ando constantemente a sonhar...
Com o tempo, vou apurando os sonhos, convergindo alguns até sentir que é chegado o momento de os tornar realidade, que é tempo de começar a agir...
E ainda que à minha volta ouça o burburinho de vozes que olham, apontam e esperam ansiosamente por me ver cair e até desejar não me ver agir (e era isto que antes me fazia ter vergonha de fazer algo), não fico acomodada, à espera que o tempo passe.... não...
Deixo-os falar e olhar...
Certo é que antes de agir, reflicto bastante... para evitar falhas... Mas, se falhar, ao menos tentei... irei pensar porque falhei, irei reflectir...
Esperarei até que me sinta preparada e voltarei a tentar...
Deixar de sonhar, deixar de seguir esses sonhos, deixar o tempo passar sem nada fazer para que a Vida aconteça... é deixar de viver...
E eu gosto de viver... Gosto de sentir a Vida acontecer...
...até porque, quando Sonho... a Vida acontece em mim!!...

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

O importante....


"Dei demasiada importância a quem apenas se queria divertir"...

...foi uma frase que li há pouco...
Quantas e quantas vezes dedicamos tempo a quem quer apenas diversão, curtição e um bom bocado... Bocado esse que pode ser um dia, um mês ou um ano... Desde que se tenha proveito para se estar bem nesse espaço de tempo, está-se com alguém... depois, quando deixa de ter tanta piada e surgem as responsabilidades de estar ligado a alguém, "dá-se de frosques" e já não se está... deixa-se e abandona-se...
Dói um bocadinho para quem fica...
Dói, porque enquanto um esteve só para se divertir e passar um bom bocado,
o outro lado entregou-se mais que isso... entregou-se para viver o bom bocado e partilhar o que de menos bom pudesse acontecer na vida de ambos....
E dói, quer seja numa relação amorosa, numa amizade ou noutro tipo de relação...
Dói, porque alguém nos cativou, alguém nos seduziu, alguém nos conquistou e nos fez interessar em querer dedicar tempo, partilhar a vida, oferecer amizade... e depois vemos que foi ilusão... que afinal não estavam a caminhar no mesmo sentido...
Hoje em dia, existem pessoas que vivem apenas para estes momentos esporádicos de alegria e prazer passageiros... Existem pessoas que não querem saber do que significa a verdadeira amizade ou o que é viver plenamente o Amor... Vivem atrás de paixões... surge o fogo da paixão, vive-se esse fogo até se extinguir e sem demora ou preocupação passa-se a outra paixão...
E há quem não saiba viver de outro modo...
Existe quem viva com medo de estar ligado a alguém... com medo das responsabilidades do que é ter cativado alguém e ser cativado por alguém...

Uma vez mais, recordo o excerto do Principezinho e a raposa...
(...)
- Quem és tu?, disse o principezinho. És bem bonita…
- Sou uma raposa, disse a raposa.
-Anda brincar comigo, propôs-lhe o principezinho. Estou tão triste…
- Não posso brincar contigo, disse a raposa. Ainda ninguém me cativou.
- Ah! Perdão, disse o principezinho.
Mas depois de ter reflectido, acrescentou:
- Que significa “cativar”?
(...)
- É uma coisa de que toda a gente se esqueceu, disse a raposa, Significa “criar laços…”
- Criar laços?
- Isso mesmo, disse a raposa. Para mim, não passas por enquanto, de um rapazinho em tudo igual a cem mil rapazinhos. E eu não preciso de ti. E tu não precisas de mim. Para ti, não passo de uma raposa igual a cem mil raposas. Mas, se me cativares, precisaremos um do outro. Serás para mim único no mundo. Serei única no mundo para ti…
(...)
Foi assim que o principezinho cativou a raposa. E quando se aproximou a hora da partida:
- Ah! disse a raposa… Vou chorar.
- A culpa é tua, disse o principezinho,não queria que te acontecesse mal; mas tu quiseste que eu te cativasse…
- É certo, disse a raposa.
- Mas vais chorar!, disse o principezinho.
- É certo, disse a raposa.
- Então não ganhas nada com isso!
-Ganho, sim, disse a raposa, por causa da cor do trigo.

Certo é que se corre o risco de sofrer por se amar alguém e ao ser-se amigo de alguém... por se deixar cativar e por cativar...
Porque existem inúmeras circunstâncias que forçam o afastamento físico...
Mas também é certo, que se a emoções e toda a nossa Vida forem desenvolvidas tendo por base a sinceridade destas relações e emoções, por mais saudade pela partida ou afastamento que haja, a felicidade de um dia as ter vivido habitará sempre... e acima de tudo, a nossa Vida ultrapassa a barreira do físico... Porque ser Humano, é muito mais que este corpo: é emoção, é pensamento, é espírito...